Notícias

Leigos representam Congregação Verbita  no Encontro de Carismas Leigos Congregacionais da Diocese de Guarapuava,  em Prudentópolis

29 de maio

Leigos representam Congregação Verbita no Encontro de Carismas Leigos Congregacionais da Diocese de Guarapuava, em Prudentópolis

Neste último domingo de maio,  dia 28, Pentecostes, estiveram reunidos no Santuário Nossa Senhora das Graças, em Prudentópolis, para o Encontro dos Carismas Leigos Congregacionais da Diocese de Guarapuava, com a coordenação de Frei Celio Ferreira  OM., com os  Temas: Povo de Deus em Escuta Sinodal e   Carismas Congregacionais com vocação ao serviço da Igreja, representando  os carismas de seus fundadores os leigos Verbitas da Paróquia Santa Terezinha, os Saletianos, da Caridade Social,  Passionistas, Vicentinos, São Paulo da Cruz, São José de Cúneo,  Teresianas, Franciscanos  e da Ordem dos Frades Menores.

Todos acolhidos com muito carinho pelo Pároco Padre Martín Antonio Haubert Stein, CM, vivenciaram com muita alegria e entusiasmo,  momentos de partilha, espiritualidade e formação.

Nos fala o Papa: “Chegou a hora de pastores e leigos caminharem juntos em cada âmbito da vida da Igreja, em todas as partes do mundo.” 

No documento “Alegria do Evangelho” (Evangelii Gaudium), Francisco diz: “A imensa maioria do povo de Deus é constituída por leigos. A seu serviço está uma minoria: os ministros ordenados. Cresceu a consciência da identidade e da missão dos leigos na Igreja.

Desde o segundo semestre de 2021, a CRB Nacional, iniciou o processo de reestruturação do grupo de cristãos leigos, que compartilham o carisma das congregações. O processo que vem sendo construído, conta com a parceria do Laicato da CNBB e da CNLB.

Este encontro de Partilha de Carismas  tem como objetivo maior aprofundar a compreensão sobre a Sinodalidade, a fim de fortalecer Cristãos Leigos e Leigas e Religiosos/as, no Espírito, inspirados nos quatro sonhos do Papa Francisco: Um sonho socialum sonho culturalum sonho ecológico e um sonho eclesial.

O momento quer ser também uma oportunidade de integrar e partilhar os diferentes Carismas, sob o espírito de sinodalidade, fortalecendo a Intercongregacionalidade e a Interculturalidade,  enriquecendo a Comunhão, a Missão e a Participação; compreender que a diversidade dos Carismas não ameaça a unidade desde que não se feche em particularismos e exclusivismos (EG 130-131) e estimular para que Cristãos Leigos e Leigas e Religiosos/as, numa relação de comunhão, contribuam para uma Igreja sinodal e em saída.

Elisabete Mogalski/ Equipe Diocesana de Carismas

Notícias Relacionadas

3 de março

Envio de catequistas e catequizandos acontece neste domingo na Matriz Santa Terezinha

Acontecerá neste domingo, dia 06 de março, às 10 horas,  na Matriz  Santa Terezinha, ...

VIVER O LUTO PARA NÃO VIVER DE LUTO

1 de maio

VIVER O LUTO PARA NÃO VIVER DE LUTO

Acredito que esta é a realidade que estamos vivenciando, “viver o luto para não...

Festa da Padroeira realizou-se com êxito, mesmo em tempos de pandemia

9 de outubro

Festa da Padroeira realizou-se com êxito, mesmo em tempos de pandemia

A Igreja Santa Terezinha, esse ano, teve motivos sui generis para  celebrar, mesmo em...