Notícias

Diocese de Guarapuava acolhe seu novo bispo: Dom Amilton Manoel da Silva

12 de maio

Diocese de Guarapuava acolhe seu novo bispo: Dom Amilton Manoel da Silva

No dia 6 de maio de 2020, Dom Amilton Manoel da Silva foi nomeado bispo da diocese de Guarapuava, em substituição a Dom Antônio Wagner da Silva, que pediu renúncia, devido à sua idade. Com 76 anos de idade e 59 de sacerdócio, dos quais 20 como bispo, Dom Wagner tornou-se bispo emérito da diocese.
Dom Wagner foi nomeado bispo no dia 29 de março de 2000 e iniciou seu trabalho em Guarapuava como bispo coadjutor. Em 2 de julho de 2003, assumiu suas funções como quarto bispo da diocese de Guarapuava, após a renúncia de Dom Giovanni Zerbini.
O quinto bispo da diocese de Guarapuava, Dom Amilton, atuava como bispo auxiliar da arquidiocese de Curitiba desde 7 de junho de 2017. Sua ordenação episcopal aconteceu no dia 19 de agosto do mesmo ano.
Dom Amilton Manoel da Silva, Nasceu em 02 de março de 1963, em Osvaldo Cruz (SP). Ingressou na Congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionistas), em 1991. Cursou filosofia na Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba – PR, de 1992 a 1995. Possui bacharelado e licenciatura em filosofia, história e psicologia. Cursou teologia no Instituto Teológico São Paulo (ITESP), de 1997 a 2000. Possui especialização em formação humana, espiritualidade, liturgia e parapsicologia. (Fonte: diopuava.org.br/?id=5008)

Veja a entrevista coletiva de Dom Amilton aqui

Notícias Relacionadas

Congregação do Verbo Divino despede-se de mais um  Padre Missionário

12 de setembro

Congregação do Verbo Divino despede-se de mais um Padre Missionário

Após uma luta incansável contra o COVID – 19 Pe. Ademar Lino de Souza...

VIII Natal da Partilha realizou-se no dia 20 de dezembro de 2020

31 de dezembro

VIII Natal da Partilha realizou-se no dia 20 de dezembro de 2020

“Eles não precisam ir embora. Dai-lhes vós mesmos de comer!” (Mateus 14, 16).   A...

VIVER O LUTO PARA NÃO VIVER DE LUTO

1 de maio

VIVER O LUTO PARA NÃO VIVER DE LUTO

Acredito que esta é a realidade que estamos vivenciando, “viver o luto para não...